QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL= 9 POSITIVOS

Está a tentar engravidar? Tem dúvidas? Aqui pode compartilhar as suas experiências, falar sobre o seu ciclo, sobre o seu gráfico da temperaturas, etc ...

Moderador: avpower

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor sukaRP12 » terça 27 mar 2012 10:46

Fique a vontade, sabes bem que qlq vibração positiva sempre é bem vinda!!!! ;) ;) ;)

BJS a vc e sua sementinha!!! ;)

alana25 Escreveu:oi cle ,oi meninas desculpe invadir o cantinho de vcs vim desejar boa sorte para vcs!
Imagem

Qnd pronunciamos 1 palavra emitimos energia ao Universo. Td energia produz uma ação e consequentemente uma reação. Sejamos positivos em tudo que falamos, pensamos e sentimos e Deus se encarregará do resto!

Imagem
Avatar do Utilizador
sukaRP12
primeiro passo
 
1254
sexta 27 jan 2012 15:46

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor cle38 » terça 27 mar 2012 10:50

Bom dia meninas,

Estou sem novidades ainda :( :( realmente vou ovular tarde ou não, se for, acho que até mais tarde que os ciclos de antes, fico tão triste em ver meus testes de ovulação com a segunda linha bem fraquinha :( , então a saude da mulher e a metformina não estam me ajudando muito, só um pouquinho :D , mas no proximo ciclo vou continuar a toma-los. O muco está clara de ovo mas como se fosse hidrantante também por dentro, esse muco sempre me enganou por isso não acredito mais nele, acho que esse ciclo vai ser sem ovualação, mas tudo bem espero que o proximo não demore muito.

Nika amiga, estou de olho no seu grafico :D

As que chegaram a pouco tempo nesse ciclo, desejo muita sorte e que Deus nos abençoe com o nosso tão sonhado bebezinho :D

Beijos meninas e um terça abençoada :D
** Ver o meu gráfico da temperatura basal**(Ov 13dc)
Cross ainda negativo=ILP 18/12/13
3ºILP 21/11/13 + 2 compr. Femera por 5 dia=foliculo não rompeu c/Gonapeptyl
2ºILP 25/10/13
1ºILP 25/09/13
06/2013 cross match negativo
01/2012 ectópica
2008 FIV Neg
cle38
primeiro passo
 
2649
quarta 15 dez 2010 17:37

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor cle38 » terça 27 mar 2012 10:53

Oi alana25, como vcs estão???? Curtindo muito a gravidez?? Como sempre ainda estou lutando por minha ovulação :lol: :lol: . Bjs e apareça sempre com as novidades :D . Bjsss
alana25 Escreveu:oi cle ,oi meninas desculpe invadir o cantinho de vcs vim desejar boa sorte para vcs!
** Ver o meu gráfico da temperatura basal**(Ov 13dc)
Cross ainda negativo=ILP 18/12/13
3ºILP 21/11/13 + 2 compr. Femera por 5 dia=foliculo não rompeu c/Gonapeptyl
2ºILP 25/10/13
1ºILP 25/09/13
06/2013 cross match negativo
01/2012 ectópica
2008 FIV Neg
cle38
primeiro passo
 
2649
quarta 15 dez 2010 17:37

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor alana25 » terça 27 mar 2012 10:54

sukaRP12 Escreveu:Fique a vontade, sabes bem que qlq vibração positiva sempre é bem vinda!!!! ;) ;) ;)

BJS a vc e sua sementinha!!! ;)

alana25 Escreveu:oi cle ,oi meninas desculpe invadir o cantinho de vcs vim desejar boa sorte para vcs!



muito obrigada :D :D breve vc terá a sua também!!! :) :)
Imagem
Avatar do Utilizador
alana25
primeiro passo
 
3270
segunda 5 set 2011 20:14

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor janeska » terça 27 mar 2012 10:57

Bom dia Meninas

As novatas sejam bem vindas aos dias de luta!
Aninha não fique triste é mais um ciclo que começa com esperanças renovadas...

Tijicuana desculpe mas não entendo nada desses exames :(

Meninas to sem novidades minha M desgraçada não apareceu o grafico daqui sumiu a linha :( não sei mais oque pensar....
Estou saindo agora pra fazer um teste, vamos ver noque dá né!
e se não der preciso urgente falar com o go pra saber o pq da M não ter decido ainda afinal ela veio dia 19 de fevereiro e até agora nada dela...:(
Sem falar que o exame que fiz dia 19 deu negativo né...então to aqui sem começar outro ciclo e sem meu positivo, estou com o coclo alto e muco super aquaso, chega a enxarcar a calcinha...eca horrivel!

bjs e bom dia a todas
Senhor confio em ti e sei que o melhor o senhor tem a me dar, faz os caminhos e ageita tudo pra ser perfeito como sua obra!
Afilhadinha da Cristal e dinda da Sukinha
Ele normal
eu: Retirei as duas trompas e estou partindo para FIV
Avatar do Utilizador
janeska
primeiro passo
 
420
sexta 2 set 2011 20:43

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor alana25 » terça 27 mar 2012 10:58

cle38 Escreveu:Oi alana25, como vcs estão???? Curtindo muito a gravidez?? Como sempre ainda estou lutando por minha ovulação :lol: :lol: . Bjs e apareça sempre com as novidades :D . Bjsss
alana25 Escreveu:oi cle ,oi meninas desculpe invadir o cantinho de vcs vim desejar boa sorte para vcs!




oi !agora me sinto muito bem!
vc e uma mulher guerreira cle ,muito em breve estaremos comemorando seu positivo :)
Imagem
Avatar do Utilizador
alana25
primeiro passo
 
3270
segunda 5 set 2011 20:14

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor cle38 » terça 27 mar 2012 11:20

Deus escute suas palavras alana :D . No inicio do ciclo estava muito confiante, tendo a certeza que em breve teria meu positivo, mas agora me bateu uma deprê :( , mas tudo bem sei que isso faz parte da vida de uma treinante :D. Está perto de saber se vai ser gatinha ou gatinho?? e seu parto vai ser pra quando?
alana25 Escreveu:
cle38 Escreveu:Oi alana25, como vcs estão???? Curtindo muito a gravidez?? Como sempre ainda estou lutando por minha ovulação :lol: :lol: . Bjs e apareça sempre com as novidades :D . Bjsss
alana25 Escreveu:oi cle ,oi meninas desculpe invadir o cantinho de vcs vim desejar boa sorte para vcs!




oi !agora me sinto muito bem!
vc e uma mulher guerreira cle ,muito em breve estaremos comemorando seu positivo :)
** Ver o meu gráfico da temperatura basal**(Ov 13dc)
Cross ainda negativo=ILP 18/12/13
3ºILP 21/11/13 + 2 compr. Femera por 5 dia=foliculo não rompeu c/Gonapeptyl
2ºILP 25/10/13
1ºILP 25/09/13
06/2013 cross match negativo
01/2012 ectópica
2008 FIV Neg
cle38
primeiro passo
 
2649
quarta 15 dez 2010 17:37

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor sukaRP12 » terça 27 mar 2012 11:21

Segue um explicativo simples q encontrei no Tio Google...

T4: Significado Clínico Uso: diagnóstico do hipertireoidismo e hipotireoidismo. O T4 livre corresponde a 0,02-0,04% do T4 total, estando precocemente elevado nas fases iniciais do hipertireoidismo, quando os níveis de T4 e T3 totais estão ainda dentro dos limites de normalidade. Valores aumentados: hipertireoidismo. Valores diminuídos: hipotireoidismo.
Valor de Referência 0,70 a 1,80 ng/dL

Andronestenediona - Para que serve: a determinação dos níveis sangüíneos de androstenediona possui uma importante função na caracterização dos distúrbios da esteroidogênese, bem como na avaliação dos distúrbios da puberdade e da fertilidade. Auxilia no diagnóstico de síndrome de Cushing, hiperplasia adrenal congênita, síndrome dos ovários policísticos e hirsutismo idiopático, encontrando-se em níveis elevados. Na doença de Addison, encontra-se em valores reduzidos.

Valor de referência:

Pré-puberes (ambos os sexos): menor que 1,6 nanog/mL
Adultos: - Homens: 0,9 a 4,6 nanog/mL
Mulheres: 0,8 a 4,4 nanog/mL

Obs.: Os níveis de androstenediona variam ao longo do dia, atingindo concentração máxima pela manhã, e também possui uma variação cíclica durante o período menstrual, tornando-se mais alta ao redor do meio do ciclo. Além disso, os valores sangüíneos de androstenediona podem oscilar por vários motivos, podendo apresentar-se elevado em obesos, fumantes, pós-prandial, exercícios e gravidez e apresentar-se baixo em idosos, moléstias crônicas nas crianças com picos maiores na puberdade.


TSH (hormônio estimulante da tireóide): O TSH é um hormônio que regula a produção dos hormônios tireoidianos (T3 e T4), quando a produção desses hormônios está alta, o nível de TSH diminui, e quando está baixa, o nível de TSH aumenta para estimular a produção dos hormônios tireoidianos. Um nível sangüíneo baixo do TSH é o melhor indicador de hipertireoidismo. Se o nível de TSH é muito baixo, é importante também checar os níveis de hormônio tireoidiano para confirmar o diagnóstico de hipertireoidismo.

FSH - Indicação Médica do Exame: Uso: diagnóstico de distúrbios da função gonadal; diagnóstico de tumores pituitários; diagnóstico e acompanhamento de quadros de infertilidade. O hormônio folículo estimulante (FSH ou folitropina), é uma glicoproteína produzida pela glândula pituitária anterior. Sua produção é regulada pelo GnRH (hormônio hipotalâmico liberador de gonadotropina). Nas mulheres, o FSH estimula o crescimento folicular, prepara os folículos ovarianos para a ação do LH e aumenta a liberação LH-induzida de estrogênio. Nos homens, o FSH estimula o desenvolvimento testicular e dos túbulos seminíferos, além de estar envolvido nos estágios iniciais da espermatogênese. Em mulheres após a menopausa, a secreção diminuída de estradiol resulta em aumento nos níveis de FSH e LH. A insuficiência primária testicular também resulta em aumento dos níveis de FSH e LH. A secreção de FSH e LH ocorre de forma intermitente, em resposta ao GnRH.
Significado Clínico Em mulheres, sua concentração varia no curso do ciclo menstrual, atingindo picos no período ovulatório. Assim, a interpretação de uma única determinação pode ser dificultada. Valores aumentados: menopausa, hipogonadismo primário, tumores secretores de gonadotropinas pituitárias, aplasia de células germinais, alcoolismo, castração, síndrome de Turner, síndrome de Klinefelter, puberdade precoce. Valores diminuídos: hipogonadismo secundário ou terciário, anorexia nervosa, hemocromatose, doença pituitária ou hipotalâmica, hiperprolactinemia, hiperplasia adrenal congênita, uso de estrogênios e androgênios.

LH - Interpretação Clínica: O hormônio luteinizante é uma glicoproteína produzida pelas células hipofisárias. A produção de LH é influenciada pela secreção pulsátil de LHRH (hormônio liberador do hormônio luteinizante). A dosagem de LH tem indicação nos adultos de ambos os sexos para diagnóstico de hipogonadismo hipogonadotrófico (lesão hipotalâmica ou hipofisária) ou em lesão testicular ou ovariana. Nas crianças em paralelo à dosagem de FSH, é útil para classificar causas da puberdade precoce. Indicação Médica do Exame: Uso: investigação de infertilidade (distinção entre hipogonadismo primário ou secundário a deficiência hipotalâmica/pituitária); identificação de ovulação em distúrbios menstruais. O hormônio luteinizante (LH) é uma glicoproteína produzida pela glândula pituitária anterior. Sua produção é regulada pelo GnRH (hormônio hipotalâmico liberador de gonadotropina).

PROLACTINA - Indicação Médica do Exame: Uso: avaliação de tumores hipofisários (prolactinomas) e controle pós-tratamento; anormalidades hipotalâmicas; estudos de infertilidade, amenorréia, galactorréia e impotência. A prolactina é formada por 198 aminoácidos, sendo estruturalmente similar ao GH. É secretada através das células lactotróficas da hipófise anterior (amamentar é o estímulo primário para liberação de prolactina). Valores aumentados: tumores hipofisários, doenças hipotalâmicas, hipotireoidismo, tumores ectópicos, amenorréia, galactorréia, gravidez, insuficiência renal crônica, trauma de mama, hipotireoidismo primário, drogas, causas idiopáticas.

ESTRADIOL -Indicação Médica do Exame: Uso: determinação da condição estrogênica feminina; monitoramento do desenvolvimento folicular durante a indução ovulatória; avaliação da produção de estrogênio em homens. O estradiol (estradiol-17B, E2) é o principal estrogênio bioativo produzido pelos ovários, embora seja produzido também pelos testículos e placenta. Sua determinação é realizada para determinar a condição estrogênica em mulheres, especialmente em casos de amenorréia (dosado em conjunto com o hCG), e como guia para monitoramento do desenvolvimento folicular durante a indução da ovulação. É também produzido nas adrenais, nos testículos e a partir da conversão periférica da testosterona. Valores aumentados: tumores ovarianos, tumores feminilizantes adrenais, puberdade precoce, doença hepática e ginecomastia masculina.
Significado Clínico Valores diminuídos: insuficiência ovariana (inicialmente seus níveis urinários e séricos diminuídos são acompanhados por altos níveis séricos de LH e FSH, em contraste com a situação encontrada em doença hipotalâmica ou pituitária), menopausa, síndrome de Turner, uso de contraceptivos orais e gravidez ectópica. Sua avaliação clínica deve ser realizada com o conhecimento do período menstrual da data da coleta.

Bem, espero ter ajudado a tirar dúvidas qnt ao significado de cada exame e pelo que consta está tudo normal!!! ;))


BJS!


Tijucana Escreveu:Poxa meninas ninguém mais vai comentar meu exame? Também quero participar aqui do fórum com vocês, adoro vir aqui ler as histórias, aprender um pouquinho e dividir as experiências e angústias de nós treinantes.



Tijucana Escreveu:Olá meninas,

Também estou no ciclo de março/abril, hoje é meu 10DC e vou começar a acompanhar o ciclo com teste de ovulação a partir de amanhã, pois como meus ciclos ainda não estão muito regulados não sei exatamente quando irei ovular. Parei o Ac em novembro de 2011 e meus dois primeiros ciclos foram de 40 dias o meu último ciclo de fev/março já reduziu para 29 dias. Como sou mega ansiosa mesmo so estando tentando a 3 ciclos já conversei com minha Go e pedi para fazer exames hormonais e uma ultra trasvaginal para verficar como meu corpo está reagindo depois de parar o AC.
Fiz o exame de sangue no meu 6DC no laboratório Sergio Franco e vou postar o resultado para ver se alguem pode me ajudar a interpretar os resultados, pois so voltarei na minha GO daqui a duas semanas:

- O hemograma, a glicose e o perfil lipídico eu não vou postar porque já vi que esta tudo bem.

Andronestenediona: 1140pg/ml
Referencia: 300 - 5000pg/ml

T4livre: 0,9 ng/dl
Referencia: 0,8 a 1,9 ng/dl

TSH: 2,11mcUI/ml
Referencia: 0,3 a 5,0 mcUI/ml

FSH: 7,7 mUI/ml
Referencia:
Fase folicular: 3,5 a 12,5 mUI/ml
Pico ovulatorio: 4,7 a 21,5 mUI/ml
Fase luteinica: 1,7 a 7,7 mUI/ml

LH: 6,5 mUI/ml
Referencia:
Fase folicular: 2,4 a 12,6 mUI/ml
Pico ovulatorio: 14,0 a 95,6 mUI/ml
Fase luteinica: 1,0 a 11,4 mUI/ml

Prolactina: 10,5 ng/mL
Referencia: 2,0 a 23,3 ng/mL

Estradiol: 38 pg/mL
Fase folicular: 13 a 166 pg/mL
Pico ovulatorio: 86 a 498 pg/mL
Fase luteinica: 44 a 211 pg/mL

A ultra trasvaginal eu fiz na quarta-feira, mas não tive sorte como a mulher que fez a ultra, pois ela não era nada simpatica e tudo o que eu perguntava ela respondia que só minha médica poderia interpretar as imagens e o laudo que seria feito, ai que raiva ela poderia ter me adiantado alguma coisa né, mas fazer o que o resultado so devo pegar na proxima sexta e volto aqui para postar também.

Alguma menina poderia comentar meu exame hormonal?

Obrigada pela ajuda e beijos férteis a todas !!!!!!
Imagem

Qnd pronunciamos 1 palavra emitimos energia ao Universo. Td energia produz uma ação e consequentemente uma reação. Sejamos positivos em tudo que falamos, pensamos e sentimos e Deus se encarregará do resto!

Imagem
Avatar do Utilizador
sukaRP12
primeiro passo
 
1254
sexta 27 jan 2012 15:46

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor cle38 » terça 27 mar 2012 11:27

Gostei suka :D Bjs
sukaRP12 Escreveu:Segue um explicativo simples q encontrei no Tio Google...

T4: Significado Clínico Uso: diagnóstico do hipertireoidismo e hipotireoidismo. O T4 livre corresponde a 0,02-0,04% do T4 total, estando precocemente elevado nas fases iniciais do hipertireoidismo, quando os níveis de T4 e T3 totais estão ainda dentro dos limites de normalidade. Valores aumentados: hipertireoidismo. Valores diminuídos: hipotireoidismo.
Valor de Referência 0,70 a 1,80 ng/dL

Andronestenediona - Para que serve: a determinação dos níveis sangüíneos de androstenediona possui uma importante função na caracterização dos distúrbios da esteroidogênese, bem como na avaliação dos distúrbios da puberdade e da fertilidade. Auxilia no diagnóstico de síndrome de Cushing, hiperplasia adrenal congênita, síndrome dos ovários policísticos e hirsutismo idiopático, encontrando-se em níveis elevados. Na doença de Addison, encontra-se em valores reduzidos.

Valor de referência:

Pré-puberes (ambos os sexos): menor que 1,6 nanog/mL
Adultos: - Homens: 0,9 a 4,6 nanog/mL
Mulheres: 0,8 a 4,4 nanog/mL

Obs.: Os níveis de androstenediona variam ao longo do dia, atingindo concentração máxima pela manhã, e também possui uma variação cíclica durante o período menstrual, tornando-se mais alta ao redor do meio do ciclo. Além disso, os valores sangüíneos de androstenediona podem oscilar por vários motivos, podendo apresentar-se elevado em obesos, fumantes, pós-prandial, exercícios e gravidez e apresentar-se baixo em idosos, moléstias crônicas nas crianças com picos maiores na puberdade.


TSH (hormônio estimulante da tireóide): O TSH é um hormônio que regula a produção dos hormônios tireoidianos (T3 e T4), quando a produção desses hormônios está alta, o nível de TSH diminui, e quando está baixa, o nível de TSH aumenta para estimular a produção dos hormônios tireoidianos. Um nível sangüíneo baixo do TSH é o melhor indicador de hipertireoidismo. Se o nível de TSH é muito baixo, é importante também checar os níveis de hormônio tireoidiano para confirmar o diagnóstico de hipertireoidismo.

FSH - Indicação Médica do Exame: Uso: diagnóstico de distúrbios da função gonadal; diagnóstico de tumores pituitários; diagnóstico e acompanhamento de quadros de infertilidade. O hormônio folículo estimulante (FSH ou folitropina), é uma glicoproteína produzida pela glândula pituitária anterior. Sua produção é regulada pelo GnRH (hormônio hipotalâmico liberador de gonadotropina). Nas mulheres, o FSH estimula o crescimento folicular, prepara os folículos ovarianos para a ação do LH e aumenta a liberação LH-induzida de estrogênio. Nos homens, o FSH estimula o desenvolvimento testicular e dos túbulos seminíferos, além de estar envolvido nos estágios iniciais da espermatogênese. Em mulheres após a menopausa, a secreção diminuída de estradiol resulta em aumento nos níveis de FSH e LH. A insuficiência primária testicular também resulta em aumento dos níveis de FSH e LH. A secreção de FSH e LH ocorre de forma intermitente, em resposta ao GnRH.
Significado Clínico Em mulheres, sua concentração varia no curso do ciclo menstrual, atingindo picos no período ovulatório. Assim, a interpretação de uma única determinação pode ser dificultada. Valores aumentados: menopausa, hipogonadismo primário, tumores secretores de gonadotropinas pituitárias, aplasia de células germinais, alcoolismo, castração, síndrome de Turner, síndrome de Klinefelter, puberdade precoce. Valores diminuídos: hipogonadismo secundário ou terciário, anorexia nervosa, hemocromatose, doença pituitária ou hipotalâmica, hiperprolactinemia, hiperplasia adrenal congênita, uso de estrogênios e androgênios.

LH - Interpretação Clínica: O hormônio luteinizante é uma glicoproteína produzida pelas células hipofisárias. A produção de LH é influenciada pela secreção pulsátil de LHRH (hormônio liberador do hormônio luteinizante). A dosagem de LH tem indicação nos adultos de ambos os sexos para diagnóstico de hipogonadismo hipogonadotrófico (lesão hipotalâmica ou hipofisária) ou em lesão testicular ou ovariana. Nas crianças em paralelo à dosagem de FSH, é útil para classificar causas da puberdade precoce. Indicação Médica do Exame: Uso: investigação de infertilidade (distinção entre hipogonadismo primário ou secundário a deficiência hipotalâmica/pituitária); identificação de ovulação em distúrbios menstruais. O hormônio luteinizante (LH) é uma glicoproteína produzida pela glândula pituitária anterior. Sua produção é regulada pelo GnRH (hormônio hipotalâmico liberador de gonadotropina).

PROLACTINA - Indicação Médica do Exame: Uso: avaliação de tumores hipofisários (prolactinomas) e controle pós-tratamento; anormalidades hipotalâmicas; estudos de infertilidade, amenorréia, galactorréia e impotência. A prolactina é formada por 198 aminoácidos, sendo estruturalmente similar ao GH. É secretada através das células lactotróficas da hipófise anterior (amamentar é o estímulo primário para liberação de prolactina). Valores aumentados: tumores hipofisários, doenças hipotalâmicas, hipotireoidismo, tumores ectópicos, amenorréia, galactorréia, gravidez, insuficiência renal crônica, trauma de mama, hipotireoidismo primário, drogas, causas idiopáticas.

ESTRADIOL -Indicação Médica do Exame: Uso: determinação da condição estrogênica feminina; monitoramento do desenvolvimento folicular durante a indução ovulatória; avaliação da produção de estrogênio em homens. O estradiol (estradiol-17B, E2) é o principal estrogênio bioativo produzido pelos ovários, embora seja produzido também pelos testículos e placenta. Sua determinação é realizada para determinar a condição estrogênica em mulheres, especialmente em casos de amenorréia (dosado em conjunto com o hCG), e como guia para monitoramento do desenvolvimento folicular durante a indução da ovulação. É também produzido nas adrenais, nos testículos e a partir da conversão periférica da testosterona. Valores aumentados: tumores ovarianos, tumores feminilizantes adrenais, puberdade precoce, doença hepática e ginecomastia masculina.
Significado Clínico Valores diminuídos: insuficiência ovariana (inicialmente seus níveis urinários e séricos diminuídos são acompanhados por altos níveis séricos de LH e FSH, em contraste com a situação encontrada em doença hipotalâmica ou pituitária), menopausa, síndrome de Turner, uso de contraceptivos orais e gravidez ectópica. Sua avaliação clínica deve ser realizada com o conhecimento do período menstrual da data da coleta.

Bem, espero ter ajudado a tirar dúvidas qnt ao significado de cada exame e pelo que consta está tudo normal!!! ;))


BJS!


Tijucana Escreveu:Poxa meninas ninguém mais vai comentar meu exame? Também quero participar aqui do fórum com vocês, adoro vir aqui ler as histórias, aprender um pouquinho e dividir as experiências e angústias de nós treinantes.



Tijucana Escreveu:Olá meninas,

Também estou no ciclo de março/abril, hoje é meu 10DC e vou começar a acompanhar o ciclo com teste de ovulação a partir de amanhã, pois como meus ciclos ainda não estão muito regulados não sei exatamente quando irei ovular. Parei o Ac em novembro de 2011 e meus dois primeiros ciclos foram de 40 dias o meu último ciclo de fev/março já reduziu para 29 dias. Como sou mega ansiosa mesmo so estando tentando a 3 ciclos já conversei com minha Go e pedi para fazer exames hormonais e uma ultra trasvaginal para verficar como meu corpo está reagindo depois de parar o AC.
Fiz o exame de sangue no meu 6DC no laboratório Sergio Franco e vou postar o resultado para ver se alguem pode me ajudar a interpretar os resultados, pois so voltarei na minha GO daqui a duas semanas:

- O hemograma, a glicose e o perfil lipídico eu não vou postar porque já vi que esta tudo bem.

Andronestenediona: 1140pg/ml
Referencia: 300 - 5000pg/ml

T4livre: 0,9 ng/dl
Referencia: 0,8 a 1,9 ng/dl

TSH: 2,11mcUI/ml
Referencia: 0,3 a 5,0 mcUI/ml

FSH: 7,7 mUI/ml
Referencia:
Fase folicular: 3,5 a 12,5 mUI/ml
Pico ovulatorio: 4,7 a 21,5 mUI/ml
Fase luteinica: 1,7 a 7,7 mUI/ml

LH: 6,5 mUI/ml
Referencia:
Fase folicular: 2,4 a 12,6 mUI/ml
Pico ovulatorio: 14,0 a 95,6 mUI/ml
Fase luteinica: 1,0 a 11,4 mUI/ml

Prolactina: 10,5 ng/mL
Referencia: 2,0 a 23,3 ng/mL

Estradiol: 38 pg/mL
Fase folicular: 13 a 166 pg/mL
Pico ovulatorio: 86 a 498 pg/mL
Fase luteinica: 44 a 211 pg/mL

A ultra trasvaginal eu fiz na quarta-feira, mas não tive sorte como a mulher que fez a ultra, pois ela não era nada simpatica e tudo o que eu perguntava ela respondia que só minha médica poderia interpretar as imagens e o laudo que seria feito, ai que raiva ela poderia ter me adiantado alguma coisa né, mas fazer o que o resultado so devo pegar na proxima sexta e volto aqui para postar também.

Alguma menina poderia comentar meu exame hormonal?

Obrigada pela ajuda e beijos férteis a todas !!!!!!
** Ver o meu gráfico da temperatura basal**(Ov 13dc)
Cross ainda negativo=ILP 18/12/13
3ºILP 21/11/13 + 2 compr. Femera por 5 dia=foliculo não rompeu c/Gonapeptyl
2ºILP 25/10/13
1ºILP 25/09/13
06/2013 cross match negativo
01/2012 ectópica
2008 FIV Neg
cle38
primeiro passo
 
2649
quarta 15 dez 2010 17:37

Re: QUEM VEM PRA O CICLO DE MARÇO/ABRIL

Mensagempor sukaRP12 » terça 27 mar 2012 11:29

Q vc acha, Cristal,

Eu serei sua madrinha e a Neska minha dinda???

BJS de muita luz!!!

cristalluz Escreveu:Olá Carmo,

Querida coloque o seu gráfico para nós vermos,...assim poderemos palpitar de acordo com a sua TB.
Beijinhos!!
Imagem

Qnd pronunciamos 1 palavra emitimos energia ao Universo. Td energia produz uma ação e consequentemente uma reação. Sejamos positivos em tudo que falamos, pensamos e sentimos e Deus se encarregará do resto!

Imagem
Avatar do Utilizador
sukaRP12
primeiro passo
 
1254
sexta 27 jan 2012 15:46




AnteriorPróximo

Voltar para Treinantes